Loading...
Treinamento de Segurança – NR10 2016-10-13T19:31:50+00:00

Carga horária: 40 horas

Público alvo: Eletricistas, Engenheiros, Coordenadores por Manutenção, Instaladores e Reparadores de equipamentos eletroeletrônicos, Técnicos de Segurança e todos aqueles que desenvolvem atividades próximo ou em contato direto com eletricidade.

Validade:
Deve ser realizado um treinamento de reciclagem bienal e sempre que ocorrer alguma das situações a seguir:

    • troca de função ou mudança de empresa;
    • retorno de afastamento ao trabalho ou inatividade, por período superior a três meses;
    • modificações significativas nas instalações elétricas ou troca de métodos, processos e organização do trabalho.

 

Objetivo

Capacitar os participantes para prevenção em acidentes com eletricidade, em atendimento ao texto da NR-10, credenciando-os à Autorização para trabalhos em instalações elétricas.
Este curso atende as exigências do novo texto da NR-10 – Segurança em Instalações serviços em Eletricidade, pela Portaria 598 do MTE, de 08 de dezembro de 2004, que estabelece diretrizes básicas para implantação de medidas de controle e sistemas preventivos de segurança e saúde, de forma a garantir a segurança dos trabalhadores que direta ou indiretamente interagem em instalações elétricas e serviços com eletricidade. Aplica-se a todas as fases de geração, transmissão, distribuição e consumo, incluindo as etapas de projeto, construção, montagem, operação, manutenção das instalações elétricas, e quaisquer serviços realizados nas suas proximidades.

Conteúdo Programático

Modulo I – Segurança com eletricidade

Introdução à segurança com eletricidade

  • Energia elétrica: geração, transmissão e distribuição
  • Riscos em instalações e serviços com eletricidade
  • Choque elétrico
  • Queimaduras
  • Campos eletromagnéticos
  • Medidas de controle do risco elétrico
  • Desenergização
  • Aterramento funcional (tn/tt/it), de proteção e temporário
  • Equipotencialização
  • Seccionamento automático da alimentação
  • Dispositivos a corrente de fuga
  • Extra baixa tensão: selv e pelv
  • Barreiras e invólucros
  • Bloqueios e impedimentos
  • Obstáculos e anteparos
  • Isolamento das partes vivas
  • Isolação dupla ou reforçada
  • Colocação fora de alcance
  • Separação elétrica

Normas técnicas brasileiras nbr da abnt

  • NBR 5410 instalações elétricas de baixa tensão
  • NBR 14039 instalações elétricas de média tensão de 1,0kv a 36,2kv

Rotinas de trabalho procedimentos

  • Instalações desenergizadas
  • Liberação para serviços
  • Sinalização de segurança
  • Inspeções de áreas, serviços, ferramental e equipamento

Documentação de instalações elétricas

Modulo II – Segurança no trabalho

Técnicas de analise de risco

  • Riscos
  • Análise preliminar de risco (apr)
  • Check list

Riscos adicionais

  • Altura
  • Ambientes confinados
  • Áreas classificadas
  • Umidade
  • Condições atmosféricas

Regulamentação do ministério do trabalho e emprego – MTE

  • Normas regulamentadoras
  • Norma regulamentadora nº10 segurança em
  • Instalações e serviços em eletricidade

Equipamentos de proteção coletiva – epc

  • Equipamento de proteção coletiva – epc
  • Cone de sinalização
  • Fita de sinalização
  • Grade metálica dobrável
  • Sinalizador strobo
  • Banqueta isolante
  • Manta isolante / cobertura isolante

Equipamentos de proteção individual – epi

  • Equipamento de proteção individual- epi
  • Proteção da cabeça
  • Proteção dos olhos e face
  • Proteção auditiva
  • Proteção respiratória
  • Proteção dos membros superiores
  • Proteção dos membros inferiores
  • Vestimentas de segurança
  • Sinalização
  • Proteção contra quedas com diferença de nível
  • Proteção para a pele

Acidentes de origem eletrica

  • Acidente do trabalho
  • Estudo dos acidentes e incidentes
  • Modelo causal de perdas
  • O iceberg dos custos produzidos pelos acidentes
  • Cat – comunicação de acidente do trabalho
  • Relatórios de acidentes
  • Responsabilidade civil e criminal no acidente do trabalho
  • Casos de acidentes de origem elétrica

Responsabilidades

  • Empresa
  • Empregados
  • SESMT – Serviços especializados em engenharia de
  • Segurança e em medicina do trabalho
  • CIPA – comissão interna de prevenção de acidentes

Proteção e combate a incêndios

  • Introdução
  • Teoria do fogo
  • Propagação do fogo
  • Pontos e temperaturas importantes do fogo
  • Classes de incêndio
  • Métodos de extinção do fogo
  • Extintores de incêndio
  • Agentes extintores
  • Gases liqüefeitos de petróleo (glp)
  • Prevenção de incêndio
  • Instruções gerais em caso de emergências
  • Outras recomendações
  • Deveres e obrigações

Modulo III – Primeiros socorros

Primeiros socorros

  • Introdução
  • Objetivo
  • Avaliação inicial
  • Análise primária
  • Colar cervical
  • Análise secundária
  • Noções sobre doenças
  • Parada cardiorrespiratória
  • Técnicas para remoção e transporte de acidentados

Requisitos da nr35 sobre este curso

HABILITAÇÃO, QUALIFICAÇÃO, CAPACITAÇÃO E AUTORIZAÇÃO DOS TRABALHADORES

  • É considerado trabalhador qualificado aquele que comprovar conclusão de curso específico na área elétrica reconhecido pelo Sistema Oficial de Ensino.
  • É considerado profissional legalmente habilitado o trabalhador previamente qualificado e com registro no competente conselho de classe.
  • É considerado trabalhador capacitado aquele que atenda às seguintes condições, simultaneamente: a) receba capacitação sob orientação e responsabilidade de profissional habilitado e autorizado; e b) trabalhe sob a responsabilidade de profissional habilitado e autorizado.
  • A capacitação só terá validade para a empresa que o capacitou e nas condições estabelecidas pelo profissional habilitado e autorizado responsável pela capacitação.
  • São considerados autorizados os trabalhadores qualificados ou capacitados e os profissionais habilitados, com anuência formal da empresa.
  • A empresa deve estabelecer sistema de identificação que permita a qualquer tempo conhecer a abrangência da autorização de cada trabalhador.
  • Os trabalhadores autorizados a trabalhar em instalações elétricas devem ter essa condição consignada no sistema de registro de empregado da empresa.
  • Os trabalhadores autorizados a intervir em instalações elétricas devem ser submetidos a exame de saúde compatível com as atividades a serem desenvolvidas, realizado em conformidade com a NR 7 e registrado em seu prontuário médico.
  • Os trabalhadores autorizados a intervir em instalações elétricas devem possuir treinamento específico sobre os riscos decorrentes do emprego da energia elétrica e as principais medidas de prevenção de acidentes em instalações elétricas, de acordo com o estabelecido no Anexo II desta NR.
  • A empresa concederá autorização na forma desta NR aos trabalhadores capacitados ou qualificados e aos 6 profissionais habilitados que tenham participado com avaliação e aproveitamento satisfatórios dos cursos constantes do ANEXO II desta NR. 10.8.8.2 Deve ser realizado um treinamento de reciclagem bienal e sempre que ocorrer alguma das situações a seguir:
    1. troca de função ou mudança de empresa;
    2. retorno de afastamento ao trabalho ou inatividade, por período superior a três meses;
    3. modificações significativas nas instalações elétricas ou troca de métodos, processos e organização do trabalho.
  • A carga horária e o conteúdo programático dos treinamentos de reciclagem destinados ao atendimento das alíneas “a”, “b” e “c” do item 10.8.8.2 devem atender as necessidades da situação que o motivou.
  • Os trabalhos em áreas classificadas devem ser precedidos de treinamento especifico de acordo com risco envolvido.
  • Os trabalhadores com atividades não relacionadas às instalações elétricas desenvolvidas em zona livre e na vizinhança da zona controlada, conforme define esta NR, devem ser instruídos formalmente com conhecimentos que permitam identificar e avaliar seus possíveis riscos e adotar as precauções cabíveis.